Projeto Amigos da Rua comemora recorde de reintegrações


O projeto Amigos da Rua, que há 12 anos trabalha em prol dos moradores de rua de Valença, comemorou no último mês de agosto mais uma reintegração. Após um processo que durou cerca de 15 meses, o assistido Gesiel de Araújo Silva voltou para os cuidados da família que reside em Nova Marabá (PA). No primeiro semestre deste ano, mais cinco assistidos tiveram sua cidadania resgatada e um está finalizando o período internação para o tratamento da dependência química.

Os números são motivadores, considerando que nos últimos três anos a média de reintegrados foi de 3 ao ano. Desde a sua fundação, a Pastoral do Povo de Rua de Valença já conseguiu resgatar 52 assistidos da situação de rua, devolvendo-lhes a autoestima e a dignidade.

MOBILIZAÇÃO EM REDE

O processo de reintegração de Gesiel demonstra o quão difícil seria o trabalho da Pastoral de Rua sem a ajuda da “rede assistencial” formada através da mobilização da comunidade valenciana.

Gesiel foi levado à Casa de Acolhida em maio de 2011. Com o falecimento de seu pai adotivo, sem outra referência familiar, sua pensão fora bloqueada. Não tinha recursos para pagar o aluguel da casa onde morava já há alguns meses. Com problemas de saúde, não podia pagar os medicamentos e não conseguia alimentar-se adequadamete.

No processo de reintegração de Gesiel, teve papel fundamental a advogada Dra. Suzana Batista. Dra. Suzana já havia “adotado” o casal Josefina e Sebastião, moradores de rua que ficavam em frente ao escritório onde trabalha. Na ocasião, Dra. Suzana encontrou os parentes de Josefina em Sergipe, arrumou um emprego para Sebastião, conseguiu a aposentadoria para Josefina e ajudou-os a montar uma casa. A direção da Casa de Acolhida recorreu novamente à Dra. Suzana para que ela ajudasse na questão relativa ao desbloqueio da pensão de Gesiel.

Engajada, Dra. Suzana foi além. Conseguiu a liberação da pensão depois que o Dr. Osmar Barros Pena se propôs a ser o tutor provisório, como também foi em busca dos familiares de Gesiel. A única informação que tinha era de que eles residiam em Nova Marabá (PA). Dra. Suzana fez então um contato com a rádio local e contou ao vivo a história de Gesiel. Uma ouvinte da rádio procurou o pai de Gesiel informando-lhe a notícia. Foi assim que o Sr. Carmindo entrou em contato com Dra. Suzana, agendando finalmente o encontro entre pai e filho em Valença.

No dia 22 de agosto, a direção da Casa de Acolhida recebeu o Sr. Carmindo (pai) e Gesivane ( irmã) que vieram reencontrar Gesiel e levá-lo de volta para o Pará, mediante à curatela provisória, também conseguida pela Dra. Suzana. O pai precisará ainda retornar à Valença daqui a 3 meses para que a juíza conceda a guarda definitiva.

A equipe da Pastoral de Rua entrou em contato com Gesiel depois da viagem e ele disse estar muito feliz com a nova vida.


Da esquerda para direita: Sr. Carmindo (pai de Gesiel), Dr Osmar Barros Pena (tutor provisório), Gesivane (irmã de Gesiel), Rta Cruz (coordenadora do projeto Amigos da Rua, Gesiel, Eneida (coordenadora do projeto Amigos da Rua) e a Dra. Suzana Batista.

RECONSTRUINDO VIDAS


Além de Gesiel, no último semestre o projeto Amigos da Rua auxiliou o processo de reintegração com a aposentadoria e aquisição de mobiliário para o Sr. Sebastião Luis da Silva e o Sr. Pedro Carlos Gonçalves. Também pagou o primeiro mês de aluguel e mobiliou um quarto para Roni do Santos, que hoje está empregado.

Dois outros assistidos voltaram para suas respectivas famílias: o Sr. Belmiro da Silva Santos, após tratamento de dependência química e Edmar dos Santos Penedo, após tratamento de saúde. O Sr. Nelson da Silva Souza está em tratamento há 6 meses no sítio Bom Pastor (em Três Rios), com previsão de alta na segunda quinzena de setembro.

O número de reintegrados ainda representa uma parcela muito pequena em relação ao total de pessoas que procuram a sede da Casa de Acolhida pedindo ajuda. Mas a parceria de pessoas como a Dra. Suzana e de tantas outras que contribuem com o Projeto Amigos da Rua possibilita que histórias como essas sirvam de motivação e esperança a quem nada resta.

0 visualização

A Pastoral do Povo de Rua é uma
das pastorais sociais da Paróquia
de N. Sra. da Glória.

SOBRE NÓS
LOCALIZAÇÃO

Casa de Acolhida Regina Lúcia Fonseca de Gomes

Pastoral do Povo de Rua • Valença • RJ
Praça Pe. Gomes Leal 365, sl. 5      
Centro • Valença • RJ • 27600-000      
tels.: (24) 2453 4626                         
e-mail:
contato@amigosdarua.org

  • Grey Flickr Icon
  • Grey Facebook Icon