População em situação de rua recebe a 1ª dose da vacina contra a COVID-19



Um grupo inicial de 17 assistidos da Casa de Acolhida Regina Lúcia Fonseca de Gomes recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19 nesta quarta-feira, 26 de maio, dia em que se comemora o aniversário de 21 anos de fundação da instituição. Com grande alegria, esperança e gratidão celebramos estes acontecimentos.


A vacinação das pessoas em situação de rua começou por volta das 9h e foi realizada com doses da vacina AstraZeneca. Esse momento tão esperado traz esperança de dias melhores, apesar de continuarmos vigilantes com todos os cuidados e as medidas preventivas na Casa de Acolhida, pois ainda temos uma longa jornada no combate à Covid-19.



Imunizar pessoas com maior risco de exposição e transmissão do vírus em razão de sua condição de vida é um dos objetivos do Plano Nacional de Vacinação. A população em situação de rua não tem como fazer isolamento social; não tem casa; não tem como lavar as mãos constantemente; muitos não possuem nem máscaras ou as mesmas estão extremamente contaminadas. São situações que colocam essas pessoas em extrema vulnerabilidade ao vírus.


Anderson Rosa da Silva, 46 anos, recebeu hoje a primeira dose da vacina:


“Eu sou muito agradecido à Casa por proporcionar este momento para mim. Estou no grupo de risco por uma série de coisas. Me sinto feliz por tomar esta vacina, pois temos todos que lutar contra esse vírus. Eu tenho de fazer a minha parte, como os demais fazerem a parte deles”.

Agradecemos à Coordenadora da Divisão de Imunização da Prefeitura Municipal de Valença, Miredina Hypolito, e à equipe pelo trabalho incansável na aplicação da vacina contra a COVID-19 para salvar vidas.

Vacinar-se é um ato em benefício próprio e também de responsabilidade coletiva. Que a vacina chegue logo para todos!!!



51 visualizações